Anitta encerra agenda de Carnaval em São Paulo com o bloco “Ressaca das Poderosas”

Anitta realizou uma verdadeira maratona de Carnaval este ano. Tendo passado pelo Rio de Janeiro, Bahia, Caxias do Sul, Olinda, Campinas e Porto Alegre, ela finalizou a sua agenda da folia em São Paulo, com o bloco “Ressaca das Poderosas” – uma versão menor e privada do megalômano “Bloco das Poderosas”, que ocorre anualmente no Rio de Janeiro.

Homenageando um vestuário clássico da Carla Perez, a cantora subiu ao trio às 18h15, em meio a uma garoa amistosa, já cantando os primeiros versos de “Não Perco Meu Tempo”, música de seu último EP, lançado no ano passado. Em cerca de duas horas e meia a musa dançou e cantou seus maiores sucessos, e alguns hits dos carnavais passados também. Ivete Sangalo, Babado Novo, É o Tchan! e outros artistas fizeram parte do repertório da noite.

Banda Eva, grande detentora de sucessos carnavalescos, esteve presente no show, realizando uma pequena participação com seus hits do passado, agitando a galera que, naquela altura do espetáculo, já sofria com a forte chuva. Porém, foi a participação de última hora da funkeira Lexa que fez o bloco sair do mormaço e finalmente ferver.

Desfalcada com o sumiço do seu trio, a dona da sensação “Sapequinha” causou alvoroço com seus sucessos “Provocar”, “Só Depois do Carnaval” e a própria “Sapequinha”. Anitta, aliás, levantou polêmica ao falar – “Esta é minha irmã de perrengue”. Para quem não é ciente, tanto Anitta quanto Lexa foram agenciadas pela empresária Kamilla Fialho no início de suas carreiras – e ambas tiveram problemas contratuais com a gestora. 

Apesar do show competente e com participações legais, o “Ressaca das Poderosas” perdeu seu brilho pelo fato de ter sido privado. Um bloco em que é necessário pagar para entrar é, no mínimo, pedante. Cantoras como Claudia Leitte, Preta Gil, Lexa e Daniela Mercury já se tocaram de como o Carnaval de São Paulo é grandioso – Anitta, que possui uma legião de fãs em São Paulo para lotar um bairro inteiro com o seu bloco, parece, no entanto, não ter capitado a mensagem ainda.

Ficamos no aguardo do verdadeiro “Bloco das Poderosas” pisar em São Paulo.

Crédito Foto: Eduardo Martins / AGNEWS

Comentários